terça-feira, 19 de maio de 2009

Que pedalada!

Nada a declarar!




quarta-feira, 13 de maio de 2009

Ousado!

Queria ver o Banco do Brasil aprovar uma ideia dessa!

quarta-feira, 25 de março de 2009

Campanha viral do filme Terminator Salvation


Não foi só o chilique de Christian Bale no set de filmagem que deu o que falar.

No melhor estilo de ARG - também bastante utilizado no recente Batman: The Dark Knight -, a campanha viral de Terminator Salvation tem gerado expectativa junto aos fãs. Um site chamado Skynet Research apresenta as pesquisas mais recentes da corporação Skynet, que no filme é responsável por desenvolver a inteligência artificial das máquinas de tal modo que leva à ruína da raça humana.

Logo ao entrar no site, o usuário se depara com uma mensagem alertando pra um problema técnico de som na página, e em seguida um áudio é tocado, sem revelar muitos detalhes (o que obviamente, é uma peça do quebra cabeça pros fãs desvendarem). Além de informações sobre a empresa, você ainda pode conferir os projetos mais recentes em robótica e assistir a depoimentos no Youtube de pessoas "reais" que já utilizam as soluções da Skynet. Teve até usuário que solicitou um Enhancement Module 101 e o recebeu por correio dias depois.

Pra completar o clima de ARG, a empresa tem um profile no Twitter que interage com as pessoas em tempo real e em diversas línguas. E não para por aí: Resist or Be Terminated é um blog da resistência que vem sendo atualizado com questionamentos sobre quais as reais intenções da Skynet. Tudo pra deixar os fãs ainda mais ávidos pelo filme.

Terminator Salvation (IMDB), o quarto filme da série, está com sua estreia programada para o dia 22 de maio.



Trailer #3 do filme:

quinta-feira, 19 de março de 2009

Pra quê título?


Depois de alguns dias sem aparecer, volto logo com 2 posts no mesmo dia. Mais uma ideia simples, que vende todo atributo do produto, sem precisar dizer uma palavra. Criação da DDB da África do Sul, para a cola Blits Stik (um tipo de Super Bonder deles).

Pra quê título?



Depois de alguns dias, alías muitos dias sem postar, o Pra quê título original está de volta com essas excelentes peças da Fortune Promossen de Dubai, para o inseticida Kwik. Uma boa solução para mostrar o benefício do produto.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Art Direction Show!

Cartazes feitos pela Santa Clara, pra divulgar a ONG internacional IPAS. O visual chocante chama a atenção pro delicado assunto do abuso sexual de mulheres.





Vi Lá Fora.

OBS: Um abraço pro Fernandão, já que copiei o título da coluna dele hehe...

segunda-feira, 16 de março de 2009

Puta merda x2



sexta-feira, 13 de março de 2009

Graças a Deus eu sou homem

Ainda mais na sexta-feira, dia de quase todos os meus posts!

Link direto pra onde vi essa.
Vale o click:

http://lafora.com.br/2009/03/gracas-a-deus-eu-sou-homem/

quarta-feira, 11 de março de 2009

Art Direction Show!


Alguém ai não entendeu?
Da Jung von Matt/Elbe GmbH, Alemanhã. Diretor de arte: Roman Mitterer.

quinta-feira, 5 de março de 2009

Viagem, mas bem pertinente

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Pra quê título?


Muito bom esse cartaz para divulgar o Rugby de Londrina. É velhinho já, criado pela Borguierh antes da fusão com a Lowe. Mas acho que vale o post.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Inspiring Ad: Google Chrome


Simples e objetiva, como tem que ser.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Art Direction Show!






Grande pertinência idéia/layout do Diretor de Arte Michael Schmidt para comemorar os 300 anos da Meissen Porcelain. Da agência Scholz & Friends de Berlim.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Inspiring Ad: Tap Project


Quando uma idéia não tem limites, ela verdadeiramente me inspira. Acontece assim com o Tap Project. 

Começou em 2006, ganhou Cannes em 2007 e não pára. A proposta é tão simples que parece brincadeira: doe água.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Art Direction Show!




Esse post deveria ter um título especial: Ideia Show! Para o molho de pimenta Tabasco. Dizer alguma coisa sobre essa campanha seria subestimar sua inteligência e a competência dos criativos da campanha. Criação da Glucose, Karachi, Pakistão.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

A Message To Obama


Uma coisa me chamou a atenção essa semana. Pesquisando no Flickr comecei a observar pessoas do mundo inteiro enviando mensagens para Obama. Clique aqui pra ver.

E aí pensei, esse é o tipo de coisa que vai acontecer daqui pra frente.

Obama passou o ano passado inteiro chamando as pessoas para participarem de um movimento de mudança. Yes We Can. Propaganda participativa. As pessoas aderiram a essa campanha, levantaram a bandeira e foram inspiradas.

Acontece que, me enchem o saco todos os dias perguntando por qual razão eu falo tanto do Obama. Não é bem assim, é que eu tenho observado tudo o que acontece por causa dele, mas mais do que isso, o que mais me chama atenção é que ele faz exatamente o papel que as marcas deveriam assumir daqui pra frente. Inspirar as pessoas e chamar elas para participar do processo, ser o assunto na vida delas, fazer parte da vida, essas coisas. E isso ele tem feito como ninguém!

Nada do tipo: Estou aqui! Olha pra mim! Eu sou mais bonito! Estou distribuindo prêmios! Eu sou mais inteligente! Eu ofereço mais vantagens! ARGHHHHH

As coisas mudaram e a comunicação de Obama, ou melhor, a comunicação das pessoas para Obama é a materialização daquilo que acredito e discuto, debato, brigo e defendo há tempos. Ele apenas está fazendo aquilo que as marcas deveriam fazer.

E é por isso que continuo observando o que o efeito Obama está causando nas pessoas. Com americanos, brasileiros, europeus, africanos, islâmicos, eu, você. Queremos nos sentir importantes. Queremos ter voz ativa no mundo. Assumimos o poder da comunicação. Escolhemos o novo presidente do mundo. Fizemos parte dessa mudança.

A nova propaganda precisa ser participativa, colaborativa, inspiradora, trazer as pessoas, socializar, fazer efetivamente parte da vida das pessoas. Nós temos blogs, câmeras digitais nas mãos, participamos de redes sociais, temos twitter, vamos a shows, conhecemos cada dia mais pessoas e adicionamos elas às nossas redes de relacionamento no Orkut, no Facebook, MSN, enfim, entenderam né?

Agora é minha vez. 

Vou então deixar a minha mensagem para as marcas.

Queridas marcas, não atrapalhem as nossas vidas, busque fazer parte dela. Tente ser o assunto das nossas vidas. Motivo de conversas, debates. Seja como Obama, seja como o futebol, seja como a religião, e como algumas vezes fazem a Nike, Apple, Google.

Sejam importantes para nós. 

Esse é o recado.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Inspiring ad



Vou começar a criar minhas séries de posts também. Essa será a primeira: INSPIRING AD. Nela eu sempre colocar atitudes das marcas que inspiram as pessoas.

E sempre depois que assisto esse filme, meu dia melhora.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Art Direction Show!



Essa é um chute no s... de quem trabalha com Honda e concessionárias. Uma sacada genial da Reichl und Partner, Vienna, Austria com direção de arte de Radomir Kosma Jedrasiak e Raphael Witek.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Post 200: Inspirador...


Para a marca do post número 200 aqui do Inalando. Uma peça com um texto inspirador. Vale a leitura ;)

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

A esperança venceu o medo


Aposto que você já leu essa frase. Pra quem não lembra, ela foi dita por Lula, no dia da sua primeira vitória nas urnas eletrônicas do nosso país.

Pois é.

Agora comparem esse discurso aos de Obama, no dia da sua posse. A frase feita é a mesma, só que de um jeito que agrada mais. Com um visual feito pelas pessoas, com um movimento popular pouco visto na história. Obama é unanimidade. Unanimidade porque trouxe esperança de mudança ao mundo inteiro, do católico protestante ao muçulmano.

Obama já fez história.

O atual grande ícone pop do planeta agora tem um grande desafio nas mãos: cumprir com suas promessas de campanha. Mudar algo. Mudar profundamente. Resgatar os valores humanos. Resgatar o amor pelo planeta. Não é uma missão nada fácil.

We Can?

Ele diz que sim. Agora vamos ver na prática. Até agora ele venceu o medo, resgatou a vontade das pessoas, a esperança de ter um mundo melhor. O fato de ser um negro, já é uma mudança assustadora. Nunca imaginei ver um presidente negro nos EUA. Isso já aconteceu e estive aqui pra ver. Talvez minha falecida bisavó racista teria mudado sua forma de pensar ao ver isso. Quem sabe.

Ele é revolucionário.

Obama mudou tudo. Fez o que todo publicitário já deveria ter feito. Entendeu a comunicação como algo muito além da unilateralidade ou da própria bilateralidade da mensagem, coisas que confundem muitos criativos ainda hoje. Transformou sua campanha num movimento cultural, social, artístico e extremante popular de uma forma jamais vista na história da publicidade mundial. Obama já fez história.

Deu poder às pessoas

Criou um site, onde as pessoas puderam se expressar. Design for Obama. Revolucionou o sentido de comunicar. De fazer campanha publicitária. Foi um tapa na cara. Se alguém queria saber como fazer propaganda na internet, em redes sociais, em web 2.0, no novo dia-a-dia das pessoas, falando não só com jovens, mas com todas as faixas etárias, cores, raças, culturas. Ele fez isso. Inspirou as pessoas. Deu poder à elas. E o resultado? Uma manifestação artistica intensa que até hoje não pára e nem vai parar. Obama não teve medo de inovar, por isso mudou o mundo.

Aprendam com Obama.

Aprendi isso com tudo isso que aconteceu nesses últimos meses. Ele foi fantástico. Reinventou a publicidade. Ensinou os gurus do marketing em como pensar propaganda. Mostrou que para inovar não pode ter medo de tentar, de fazer diferente, de abraçar as pessoas no projeto. Ele ditou as tendências. Foi vanguardista mesmo. E está arrebentando com a boca do balão. Ontem eu via a posse dele, os bailes com a primeira dama, os discursos e sorria sozinho. Obama é inspirador.

Alguém dúvida que ele vai mudar o mundo?

Welcome Mr. President.

Novo layout no WhiteHouse.gov



Pelo jeito a comunicação diferenciada de Barack Obama não se limitou a campanha para presidência.

O site agora tem até blog, e dentre as novidades, a promessa de que as novas leis serão sempre postadas online para discussão antes do presidente assinar.

Confira:
http://www.whitehouse.gov/

Fonte da imagem: Fimoculous/flickr.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Mera coincidência?

Ou uma tremenda cara de pau? Observe os anúncios abaixo:
















































O primeiro foi feito pela Advico Young & Rubicam para o jornal suíço Sonntags Zeitung, conforme o Fernandão comentou neste post, e faz parte de um sequencial de 4 anúncios. Já esse segundo, foi feito depois pela CGCOM para o canal Globo News.

Precisa dizer quem copiou quem?

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Cigarro mata!



Eu ia invadir a coluna do Art Direction Show do Fernandão para comentar esses anúncios, mas vou deixar para ele fazer isso nos comentários. Não me envergonhe hein Fernandão. Boa idéia dos criativos da 1pointsize, de Chennai, na Índia.

Sempre mudando...

... e ainda está longe de acabar.
Uma breve história sobre marketing e publicidade criada pela agência alemã Scholz & Friends.

Vi no Brainstorm #9

A short history of marketing from Michael Reissinger on Vimeo.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Heineken - Homens também são histéricos

video
Simplesmente fantástico. Sensacional. Pra começar meus posts de 2009 batendo os 2 pés na porta e dando soco na cara da mediocridade. Hehehe. Quero ver a Skol bater um comercial desse. Flagram a interpretação dos caras, muito bom. Excelente.

Art Direction Show!




Que isso? Dois Art Direction Show! num único dia? Sim, isso mesmo, eu não podia perder a oportunidade de mostrar mais este belo trabalho do estúdio polonês Ars Thanea do talentoso Peter Jaworowski para o Martini Asti. Confira o site aqui.

Art Direction Show!


Uow, até que enfim consegui o que faltava para o primeiro post de 2009 (coragem). Achei esse anúncio muito bom, com uma direção de arte altamente refinada e objetiva. A criação foi da By Vivas de Curitiba com direção de arte de Ricardo Madeira Peroza.